5/25/2015

Nice bate a ARCA e volta a conquistar título do municipal de futsal de Altaneira

0 comentários


O ginásio poliesportivo sediou neste sábado, 23 de maio, os jogos que construíram os quatro primeiros lugares da X edição do Campeonato de Futsal de Altaneira. 

Nice volta a conquistar título depois de dois anos.
Foto: João Alves.
Diferentemente das edições anteriores, a final do sábado contou com um estreante. A equipe da ARCA que vinha deste os últimos três anos realizando boas participações, vindo a vencer o mesmo Nice na IX edição, ficando com o terceiro lugar. Para os niceanos este momento representava a possibilidade de levantar o troféu de campeão, algo que a equipe não sentia o gostinho desde a VII edição.  Já para os arqueiros o fato era inédito e o título podia coroar as boas atuações.

Em um ginásio lotado, as duas equipes  proporcionaram aos torcedores um grande espetáculo, digno de uma grande final, com chances para os dois lados. Porém, muito mais equilibrada em quadra o Nice se mostrou mais eficientes e soube aproveitar com propriedade as oportunidades tidas, vindo a convertê-las em gols, tanto que o primeiro tempo a ARCA terminou com uma desvantagem de dois gols.  Na etapa final, o Nice continuou com a mesma postura e balançou as redes adversárias em mais três oportunidades. Cristiano e Gustavo duas vezes, Ney e Pedro Paulo uma cada deram o título ao Nice, enquanto que Boião fez o único gol da ARCA. 

Paulo Robson, goleiro do Nice com o
troféu de campeão. 
Em entrevistas ao Informações em Foco, o goleiro da equipe campeã, Paulo Robson foi taxativo ao comentar o placar. “Apesar do resultado, mas foi bastante equilibrado. Os meninos da arca tiveram várias chances, mas conseguimos controlar o jogo desde o princípio”, explicou.  A postura dos atletas e participação dos torcedores também foi mencionado pelo goleiro. “Nenhum problema entre jogadores nem arbitragem. Quadra mais uma vez lotada e com maioria de torcedores para a Arca como já se esperava. Mas boa participação de torcedores da gente, acho que de 30 a 40 % de quem estava presente”, argumentou.

Ao ser questionado sobre o que o título representava para ele, já que a hegemonia tinha sido quebrada por Juventus e Altacity, respectivamente, Paulo cita que a trajetória foi semelhante ao primeiro título. Frisa que a equipe entrou no campeonato desacreditada, mas que no decorrer da caminhada o time se tornou forte e o desejo de levantar o nome no Nice ao lugar mais alto imperou nos jogadores.  “O sentimento foi parecido com nosso primeiro título. Entramos no campeonato completamente desacreditados pois não tínhamos um time definido. Ao longo da competição é que construímos uma equipe forte e que, a cada partida, um sentimento de desejo em levantar o nome do NICE ao lugar mais alto foi fortalecendo cada vez mais a todos. Trajetória muito parecida com nossa primeira conquista. A de se destacar o fato de que, embora fôssemos o time com maior número de título, nem de longe fomos citados como favoritos. O que dá uma sensação de superação maior ainda. Fato ocorrido com a Arca também, que desbancou o atual campeão até então”, concluiu.

Continue Lendo...

Inscrições para o ENEM começa nesta segunda (25)

0 comentários



As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam hoje (25), exclusivamente pela internet, no site do Enem. Os interessados podem se inscrever a partir das 10h, no horário de Brasília, até as 23h59, do dia 5 de junho. As provas serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro em mais de 1,7 mil municípios em todo o país. O Ministério da Educação (MEC) espera que mais de 9 milhões de pessoas se candidatem aos testes.

O Enem foi criado para avaliar os alunos que estão concluindo o ensino médio ou que já o concluíram em anos anteriores. Não importa a idade nem o ano do término do curso, basta que o interessado faça sua inscrição na página eletrônica do Enem. Estudantes que não terminarão o ensino médio este ano, podem participar como treineiros, ou seja, o resultado não poderá ser usado para participar de programas de acesso ao ensino superior.

Neste ano, para fazer a inscrição o participante deverá ter um e-mail próprio. O sistema não aceitará a inscrição de mais de um participante com o mesmo endereço eletrônico. O exame custará R$ 63, que deverão ser pagos até o dia 10 de junho.

Estudantes que vão concluir o ensino médio este ano em escolas públicas e participantes que declararem carência são isentos da taxa. Podem solicitar a isenção por carência, aqueles que tem uma renda renda familiar por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que cursaram o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada. As informações devem ser comprovadas pelos participantes e receber a aprovação do MEC. O participante deve acompanhar na página de inscrição se o pedido de isenção foi aceito.

É também na inscrição que os participantes podem solicitar atendimento especializado ou específico. O atendimento especializado é oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual, surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia (alteração neurológica que dificulta a aprendizagem de números) ou com outra condição especial.

Já o atendimento específico é oferecido a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas – pessoas que, por convicção religiosa, guardam o sábado.

Após fazer a inscrição, participantes transexuais e travestis podem pedir o uso do nome social, também pela internet, entre os dias 15 e 26 de junho.
Continue Lendo...

5/24/2015

Vasco se mantem invicto há 11 jogos, mas sequência de empates passa a incomodar

0 comentários



O Vasco está invicto há 11 jogos - a última derrota foi em 5 de abril, para o Friburguense (5 a 4) -, mas o retrospecto recente, sobretudo, a partir do início do Brasileiro, é preocupante. Empatou seus últimos cinco jogos - dois pela Copa do Brasil -, três deles em casa e pior: marcou apenas dois gols. O zagueiro Rodrigo revelou-se incomodado com a situação.

Rodrigo durante coletiva.
- É difícil até de falar, porque o espírito para ganhar o jogo nós estamos tendo. Não estamos tendo sorte de marcar. Tivemos quatro ou cinco oportunidades no jogo... Independentemente do time contra quem jogamos, temos de marcar. Novamente deixamos pontos. Incomoda bastante, não pelo jogo, mas pelo resultado. Se for fazer um resumo da equipe, a gente busca a todo momento, tem posse de bola, fazemos aquilo que treinamos, mas não conseguimos fazer os gols. Temos de ter tranquilidade porque, do mesmo jeito que incomoda, pode atrapalhar - afirmou o camisa 3 cruz-maltino, logo após o empate por 1 a 1 com o Internacional, neste sábado.

Lucas, autor do gol cruz-maltino no empate com o Colorado, fez coro ao que pediu Rodrigo: é preciso tranquilidade no momento de finalizar.

- Tem que saber que fazer gol é complicado. Fizemos um bom jogo na defesa, não tomamos susto. Tem de ter tranquilidade na frente para marcar.

De fato o papel defensivo tem sido bem feito. Sofreu apenas dois gols nos últimos cinco jogos - seis nos 11 de invencibilidade.

Julio dos Santos, também na mesma linha, também refuta o desespero e garante que, paulatinamente, o Vasco vai voltar a vencer e marcar com maior frequência.

- Está faltando fazer gol. A gente está criando, mas a bola não entra. A gente tem que trabalhar, ter paciência que vai dar certo. Eu acredito nesse time e os resultados vão aparecer.
Continue Lendo...

Marco legal da biodiversidade do Brasil é sancionado

0 comentários



Foi sancionado pela presidenta Dilma Rousseff nesta quarta-feira (20), o marco legal da biodiversidade do Brasil. A Lei 7.735/2014 tem o papel de regulamentar o acesso ao patrimônio genético, além de estimular a pesquisa e valorizar os saberes dos povos tradicionais. A nova legislação reforça as diretrizes da Medida Provisória 2.186-16/2001 que incorpora os compromissos assumidos pelo governo perante a Convenção da Diversidade Biológica (CDB) das Nações Unidas.


O Brasil possui 17 seguimentos de sua população que são considerados tradicionais. Entre eles se destacam os povos quilombolas e indígenas, reconhecidos pela ONU como tribais, além de outros como comunidades de matriz africana, ribeirinhos, geraizeiros e ciganos. Com a medida, essas populações terão regulamentado o direito à participação nos benefícios pelo uso de seus conhecimentos sobre a natureza, quando cedidos à pesquisadores e à indústrias para produções como fármacos, cosméticos e adubos.

De acordo com Dilma, quase 300 povos estarão integrados nesse processo. Ela destaca ser uma vitória a elaboração de uma lei capaz de unir a capacidade de desenvolvimento, a inclusão de pessoas e a inovação a partir de pesquisas em ciência e tecnologia. “Estamos garantindo um ambiente favorável para que os mantenedores de conhecimentos tradicionais tenham reconhecidos o seu direito autoral, que os pesquisadores não tenham limites para pesquisar e que as empresas possam, sem conflitos e sem atribulações ou contestação, utilizar esse conhecimento”, afirmou.

A presidenta da Fundação Cultural Palmares (FCP/MinC), Cida Abreu, enfatiza a decisão como mais uma medida de proteção de territórios ancestrais de populações como as quilombolas e de matriz africana. “A lei será importante também à redução de conflitos e à garantia de direitos, uma vez que é comum que estranhos saiam de visitas a esses locais levando pedras para estudos e retornem equipados para o garimpo”, dimensionou.

Para Cida, a sanção da lei pode ser considerada a valorização e preservação dos patrimônios pertencentes às comunidades tradicionais e a declaração de um enfrentamento à grilagem, principal fator de conflito que coloca em risco diversos aspectos da cultura desses povos.

Saberes tradicionais X biopirataria

Durante a cerimônia de apresentação do marco legal, foi destacada ainda a criação de um fundo de repartição de benefícios que garantirá repasses para as comunidades tradicionais. A lei estabelece que as empresas depositem no fundo 1% da renda líquida obtida com a venda do produto acabado ou do material reprodutivo oriundo de patrimônio genético.

Conhecedora dos potenciais medicinais do Cerrado, Luzilene Moura Dias, quilombola da Fazenda Cágados e Lagoa dos Patos de Tocantins, se sentiu tranquilizada com a notícia da lei. “Nos passa uma segurança, pois é comum que cheguem pessoas pedindo ajuda para tratar problemas de saúde e que, dias depois, reaparecem para extrair as plantas de qualquer maneira, dizendo que são para estudos”, disse.

Luzilene explicou que o seu quilombo já passou por situações delicadas e praticamente irreversíveis, onde pessoas de fora, em muitos casos de outros países, desmataram áreas inteiras para extrair a seiva de uma única espécie. “Não é da nossa cultura desmatar. Só extraímos da natureza o necessário para a sobrevivência, sem agredir a floresta”, enfatizou. Vítima desse tipo de intervenção, a espécie Copaíba corre o risco de ser extinta nessa região.

Para o cacique Anuiá Yawalapiti, da etnia Yawalapiti, do Mato Grosso, é importante que as comunidades sejam consultadas e participem das decisões sobre os assuntos relacionados aos seus territórios, principalmente no que diz respeito ao uso sustentável dos recursos naturais e do legado por trás dos seus conhecimentos. “Antes da lei, as visitas aos territórios podiam ser consideradas constantes ameaças. Ela vem para contribuir para a preservação e porque é justo que os nossos ensinamentos à sociedade sejam reconhecidos e respeitados”, concluiu.

Continue Lendo...

Banda Cabaçal “Irmãos Aniceto” completa dois séculos

0 comentários



Neste domingo, 24 de maio vai acontecer uma terreirada no Crato para comemorar os 200 anos da banda cabaçal dos Irmãos Aniceto.

Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto completa 200 anos de
muita tradição cultural. Foto: Hélio Filho.
Uma história que envolve uma herança ancestral da nossa cultura popular. A terreirada vai acontecer na casa do  Raimundo Aniceto um dos mestres da cultura popular do Cariri.

Sobre essas comemorações a secretária de Cultura do Crato, Dane de Jade fala que a banda cabaçal dos Irmãos Aniceto tem dado uma importante contribuição para a cultura popular do Nordeste.

É uma história ancestral, antiga, registrada, que vem passando de geração em geração”, afirma Dane lembrando que a Secult Crato vem acompanhando e apoiando no que é solicitado nas comemorações dos irmãos Aniceto. Dane lembra ainda que durante a terreirada, neste domingo, às 14 horas será lançado um livro sobre a história dos Aniceto com o título “Memórias e Afetos” com artigos e textos de autores como Jeferson Albuquerque, Rosemberg Cariri, Gilmar de Carvalho, Emerson Monteiro, José Flávio, entre ouros autores, sobre os Irmãos Aniceto.
Continue Lendo...

5/22/2015

Fique por dentro das principais mudanças nas regras do ENEM 2015

0 comentários



As mudanças nas regras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), anunciadas na segunda-feira pelo Ministério da Educação (MEC), não demoraram a repercutir nos cursos preparatórios, especialmente a norma segundo a qual fica vedado trocar o 3º ano do ensino médio por cursinhos na expectativa de queimar etapas e entrar mais cedo nas universidades. O edital do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep) do MEC deixa claro que “o participante menor de 18 anos no primeiro dia de realização do exame e que concluirá o ensino médio após 2015 não poderá utilizar os seus resultados individuais no Enem”.

Alunos egressos do terceiro ano da EEM Santa Tereza, em Altaneira. Foto: Heloisa Bitu.
Os maiores prejuízos serão para os alunos que já contavam com as regras anteriores para chegar precocemente ao ensino superior. “O que vai ser dos colegas que abandonaram os estudos no 3º ano para conseguir a certificação pelo Enem? Só na minha antiga turma do colégio, sei de três que fizeram isso”, afirma Luiza Cassino, de 20 anos, estudante do pré-vestibular Determinante, na Savassi. Mas há também quem critique os que querem pular etapas. “Não acho certo. Já vi alunos até com 16 anos estudando em cursinhos. Por falta de maturidade, eles querem que as aulas preparatórias sejam iguais às do colégio, em que os professores cobram notas e provas. Acaba atrapalhando quem está levando a sério o pré-Enem”, critica Camila Azalim, de 19, que há dois anos vem tentando a aprovação. “Não quis pular etapas. Iria perder o diploma de 3º ano, concluído em um colégio com nome bom”, completa a colega das duas, Isabela Lobo, de 19.

De acordo com a nova regra, estudantes menores de 18 anos que não concluirão o ensino médio em 2015 só podem usar os resultados do Enem para “fins de autoavaliação de conhecimentos. A mudança ocorre porque, nos últimos anos, adolescentes têm conseguido na Justiça o direito de usar o Enem como vestibular antes de terminar o 3º ano, o que é contestado por instituições de ensino. Entre alunos provenientes de escolas particulares de Belo Horizonte, era comum ocorrer uma debandada para intercâmbios no exterior, no 2º ano do ensino médio. Quando esses estudantes retornavam, no período correspondente ao segundo semestre do 3º ano, algumas famílias usavam o artifício de matriculá-los no pré-Enem, como forma de ganhar tempo.

Para estabelecer o novo parâmetro, o edital do MEC toma por base a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), de 1996. A certificação de ensino médio, diz a legislação, é restrita a maiores de idade e o ingresso no ensino superior está reservado a quem já terminou a educação básica. “No 3º ano regular, os colégios já preparam os alunos para o vestibular. A diferença é que vou sair com diploma da minha escola”, observa Luiza Carvalho, de 17. Com esse objetivo, ela está conciliando as aulas do cursinho com as da escola. Para dar conta dos dois, entretanto, deixou a instituição de ensino mais “puxada” já no 1º ano, optando por cursar os dois últimos anos em um colégio de menor nível de cobrança, com a concordância dos pais.

Embora já seja norma, a necessidade de concluir o 3º ano das escolas regulares divide opiniões de especialistas em educação. Para o diretor do Determinante, Rafael Ribeiro, pular o último ano do ensino médio nem sempre é sinônimo de perda de qualidade: “Depende muito do perfil do aluno. Se ele souber estudar por si só, a nota que ele tirou no Enem servirá como prova de que ele domina o conteúdo exigido”, defende. Já o diretor pedagógico do curso Unimaster, Irisval Neto, pós-graduado em Enem, há o risco de se buscar apenas atualização de conteúdo nos cursinhos, deixando de lado a formação de valores. “O pré-Enem é conteudista, próprio para alunos que já chegam com maior maturidade. Os colégios se preocupam também com a socialização do aluno, que está no auge da adolescência”, compara o professor, que atua em um grupo que oferece os dois tipos de formação. (Com agências)

O que muda em 2015

Exigência do diploma

Nos últimos anos, adolescentes têm conseguido na Justiça o direito de usar o Enem como vestibular antes de terminar o 3º ano, o que é contestado por instituições de ensino. O edital proíbe menores de idade de usar a nota do teste para certificação de conclusão do ensino médio. O Inep informou que poderá convidar esses treineiros a fazer o Enem digital.

Fechamento dos portões

Para evitar vazamentos, a prova só começará às 13h30, meia hora depois do fechamento dos portões. Isso significa que os dois horários não mais coincidirão. Haverá de 30 minutos para os estudantes se organizarem nas salas.

Inscrições

As inscrições vão de 25 de maio a 5 de junho. São 205 mil vagas em mais de 150 instituições públicas de ensino superior.

Valor da taxa

A taxa subiu de R$ 35 para R$ 63. São isentos os concluintes do ensino médio em 2015 matriculados em escolas públicas e os que declararem carência.

Cartões de confirmação

A partir deste ano, o MEC não enviará para a casa dos candidatos os cartões de confirmação de inscrição. Para acessar informações como local de prova, bastará entrar no site do Enem.

Data das provas

24/10 (ciências humanas e ciências da natureza) e 25/10 (linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática).

Isenção da taxa

Outra mudança é que o estudante que faltar sem apresentar justificativa não terá isenção da taxa de inscrição no ano seguinte

Continue Lendo...